RSS
 

Centro Cultural Plataforma realiza IX Caldeirão Cultural em junho

Publicação: 03/06/15 | 15H06 - Última Atualização: 03/06/15 | 15H06

Liga da Alegria / Fotos: Camila Souza

Música, dança, teatro, cinema, exposição fotográfica. Com 10 dias de intensa programação, o IX Caldeirão Cultural – Festival de Artes do Subúrbio Ferroviário vai movimentar o Centro Cultural Plataforma (CCP), o Centro de Referência do Parque São Bartolomeu e a Praça São Brás e Terreiros, no Subúrbio de Salvador. A edição 2015 será realizada entre os dias 04 e 14 de junho e conta com a participação de mais de 20 grupos das diversas vertentes artísticas, além de comemorar o 8º ano da reabertura do CCP, um dos espaços culturais da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA). O evento será realizado pelo Centro em parceria com o Fórum de Arte e Cultura do Subúrbio e os ingressos variam de entrada franca a R$ 4 e R$ 2.

A grade de programação é composta por sete ações: ECOCULT, Exposição, Coisas de Rua, Piquenique de Argumentos, Lá no Fundo do Quintal, Mostra de Cinema e Apresentações Artísticas. Acontece, ainda, um abraço simbólico na Praça São Brás. Todas as ações são projetos criados em parceria entre o Fórum de Arte e Cultura do Subúrbio e o Centro Cultural Plataforma. Confira os destaques:

Em 2015, a programação do Caldeirão terá atividades que acontecem em outros espaços. Essas atividades externas terão início no dia 05 de junho, às 9h, com o já tradicional ECOCULT, trilha ecológica saindo do Centro de Referência e adentrando as matas do Parque São Bartolomeu, a escolha se deu por causa do dia 5 de Junho, data que se comemora o dia do meio ambiente. O  objetivo é dar visibilidade ao potencial ecológico, paisagístico e turístico do território através de trilhas e articulação de redes, chamando atenção para a necessidade da revitalização das cachoeiras e dos mananciais do parque.

A Exposição “Janelas da Favela – Um olhar sobre sentimentos debruçados nas sacadas” aberta ao público no dia 04 de junho 06, segue até o dia 26 de julho, e  caracteriza-se por ser a primeira exibição pública dos trabalhos de Camila Souza, fotógrafa que nasceu e reside no Subúrbio Ferroviário de Salvador, lugar que serve de inspiração para seu trabalho. Suas imagens retratam a beleza e dignidade das pessoas que vivem à margem de uma sociedade que desconhece a importância histórica, econômica e cultural em que o local está imerso, tornando nítido o valor estético das paisagens urbanas e naturais que muitas vezes nem os próprios moradores locais reconhecem.

Coisas de Rua são as ações que ocorrem fora dos palcos do CCP, na edição deste ano estende-se para o Parque São Bartolomeu. Para completar as ações musicais acontecem duas edições do projeto Lá no Fundo do Quintal, dia14.

No Piquenique de Argumentos serão debatidas as políticas Públicas da Cultura, através do debate do tema “Da luta pela reabertura do Centro Cultural Plataforma aos dias de hoje! – Conquistas e desafios”.

Com o aumento da produção de cinema no Subúrbio Ferroviário, abordando temas como religião, quilombo, políticas públicas e questões sociais, será realizada a Mostra de Cinema do Subúrbio, com exibição de curtas e médias-metragens no dia 09 de junho, com sessões às 15h e às 19h.

O Caldeirão contará ainda com apresentações artísticas , além de uma festa com o que de melhor vem sendo produzido de conceitos artísticos das periferias de Salvador no Plataforma de Talentos, de 10 a 13 de junho.

>> Confira a programação completa

De Plataforma para o mundo – Com a proposta de ser um espaço de valorização do diálogo que tratem de Cultura, foi criado o programa de rádio: “Terra de Encontros – Ayê Ypadê”, que tem apresentação de Ana Vaneska e participação de convidados que investigam, opinam e palpitam sobre as manifestações artísticas de dentro do Território do Subúrbio Ferroviário de Salvador para o mundo.

Históricos – Depois de quase 20 anos fechado, o Centro Cultural Plataforma (CCP) abriu suas portas à comunidade em 08 de junho de 2007. A reabertura foi uma conquista dos artistas e entidades sócio-culturais do Subúrbio Ferroviário de Salvador, que desde o fechamento do antigo Cine-Teatro promoveram uma mobilização permanente, com manifestos, projetos e articulações políticas para recuperar o espaço.  De 2007 a abril de 2015, o Centro Cultural Plataforma acolheu mais de 1200 eventos de teatro, dança, música, cinema, entre outros, atingindo um público de 211.829 pessoas. O CCP é um dos 17 espaços culturais geridos pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. O CCP conta ainda com o Fórum de Arte e Cultura do Subúrbio, que foi organizado através de uma articulação entre os diversos grupos da região, das mais variadas linguagens e estilos, em função do início das atividades do Centro.

Espaços Culturais da SecultBA A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador –  Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro,Valença e Vitória da Conquista.

SERVIÇO
O quê: IX Caldeirão Cultural – Festival de Artes do Subúrbio Ferroviário
Quando: De 04 a 14 de junho de 2015
Onde: Centro Cultural Plataforma, Centro de Referência do Parque São Bartolomeu, Praça São Brás, Porto da Travessia Plataforma/Ribeira e Terreiros espalhados por todo território.

Quanto: Entrada franca ou a R$ 4 e R$ 2
Realização: Fórum de Arte e Cultura do Subúrbio Ferroviário de Salvador/Centro Cultural Plataforma | DEC/SECULT

Compartilhar:
  • Print
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • email
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Live
  • MySpace
  • Netvibes
  • PDF
  • Twitter

Notícias Recentes

  • Nenhuma notícia até o momento

+ todas as notícias

 
 

 
 
 
Unidades
Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro
CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia.
(71) 3103-3400

Secretaria de Cultura - Governo da Bahia