RSS
 

Publicação celebra tradição e legado musical da festa Queimada da Palhinha

Publicação: 02/09/15 | 10H09 - Última Atualização: 10/09/15 | 17H09

Livro traz inventário de cantigas tradicionais da Queimada da Palhinha – baile pastoril em homenagem ao nascimento do Deus Menino, realizado em Simões Filho

Foto: Bira Freitas

Mulheres com saias rodadas, homens com os pandeiros na mão. A imagem de Senhor Deus Menino no presépio enfeitado de velas, frutas, flores, bonecas, brinquedos, luzes pisca-pisca, bolas de soprar, folhas da árvore São Gonçalinho e arcos de folha do dendezeiro. É a festa Queimada da Palhinhabaile pastoril em homenagem ao nascimento do Deus Menino, prática cultural mestiça, transmitida de geração em geração, referência de identidade cultural realizada na comunidade de Palmares, em Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador, e que agora ganha um registro oficial no livro Cantigas de um Baile Pastoril – A Queimada da Palhinha. Financiada por recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia através de edital coordenado pelo Centro de Culturas Populares e Identitárias da SecultBA, a obra será lançada na Biblioteca Central dos Barris, no dia 10 de setembro, às 19 horas, e contará com a presença dos Mestres e Mestras apresentando a sua arte.

O registro da história dessa comunidade e a herança musical – que revela sinais de maneiras de viver e ver o mundo profundamente ligadas ao sagrado, cheias de simplicidade, alegria e fé -, integram essa publicação, que reúne letras e partituras de 53 cantigas tradicionais, cantigas que mostram os traços da herança cultural ibérica, a contribuição portuguesa na música brasileira, misturadas com as influencias africanas, ritmos sincopados e tambores. Cantigas de um Baile Pastoril – A Queimada da Palhinha é um conjunto musical inventariado ao longo de 13 anos de trabalhos realizados com o grupo. A memória de Mestres e Mestras foi a única fonte de pesquisa para o repertório musical apresentado no livro. São artistas-devotos, todos negros, que vivem na subalternidade, possuem um rico imaginário cheio de mitos, poesias e cantigas.

A obra é resultado da pesquisa da historiadora Wayra Silveira e busca valorizar, proteger e registrar as cantigas centenárias do baile pastoril Queimada da Palhinha. “Esta manifestação cultural é portadora de referências à identidade e à memória do país. Este livro pode ajudar a contar aspectos da nossa história e a tirar da invisibilidade um Brasil quase sempre escondido”, observa Silveira, organizadora da publicação. A maestrina e professora Cristina Nascimento assina a coordenação musical do projeto, que conta com o prefácio da etnomusicóloga e educadora Lydia Hortélio.

A Queimada da Palhinha é uma celebração popular, cujo tema é o cumprimento da promessa da chegada do Deus Salvador à Terra, tem sua forma semelhante à celebração eucarística da Igreja Católica: uma parte introdutória, a liturgia da palavra, seguida da eucaristia que é o ponto culminante, e o encerramento. O livro –Cantigas de um Baile Pastoril – A Queimada da Palhinha – apresenta uma síntese da celebração com as partituras das cantigas organizadas na seguinte sequência: Entradas, Glórias, cantigas de Jornada, ápice da Jornada, Dramas, Reverência a Nossa Senhora, Oferecimento, nascimento do Deus Menino, cantigas do Cortejo, Queimada da Palhinha, e Despedidas. Esta ordem foi proposta a partir dos diálogos com as pastoras mais velhas, Mestras da Queimada da Palhinha.

Exposição de Fotos

A partir do lançamento do livro Cantigas de um Baile Pastoril – A Queimada da Palhinha, de 10 a 20 de setembro, estará em exibição do foyer da Biblioteca Pública dos Barris a Exposição Fotográfica A Festa Queimada da Palhinha dos fotógrafos Bira Freitas e Uendel Galter, com registros das últimas edições desta celebração natalina que capturam a sua beleza e poesia.

Serviço:

O que: Lançamento do livro Cantigas de um Baile Pastoril

OndeBiblioteca Central dos Barris (R. Gen. Labatut, 27)

Quando10 de setembro de 2015, às 19 horas

Compartilhar:
  • Print
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • email
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Live
  • MySpace
  • Netvibes
  • PDF
  • Twitter

Notícias Recentes

  • Nenhuma notícia até o momento

+ todas as notícias

 
 

 
 
 
Unidades
Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro
CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia.
(71) 3103-3400

Secretaria de Cultura - Governo da Bahia