RSS
 

Edital Agitação Cultural divulga resultado final

Publicação: 28/10/15 | 17H10 - Última Atualização: 03/11/15 | 09H11

As 151 propostas selecionadas pelo Fundo de Cultura da Bahia irão movimentar 25 territórios de identidade do Estado

agitacaocultural

O Agitação Cultural: Edital de Dinamização em Espaços Culturais, lançado em setembro pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) alcançou a fase final de avaliação de propostas e divulgou o seu resultado. No total, 151 propostas de ações culturais foram selecionadas para receber investimento total de R$ 15 milhões com recursos do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O resultado do edital, divulgado no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (28), pode ser conferido no site da SecultBA. As propostas selecionadas, de diversas linguagens artísticas e culturais, irão movimentar 25 territórios de identidade da Bahia entre janeiro e julho de 2016.

“Com essas propostas, teremos uma programação cultural abrangente e de qualidade durante o primeiro semestre de 2016, com a diversidade cultural que a Bahia merece. De Juazeiro a Vitória da Conquista, de Salvador a Bom Jesus da Lapa, passando por Rio de Contas, Monte Santo, Jequié, Paulo Afonso e Carinhanha, iremos potencializar a dinamização dos espaços culturais. Teremos atividades em equipamentos administrados pela Secretaria e também em outros que reforçam o potencial de fruição e de formação de plateia no seu território”, afirma o secretário de Cultura do Estado da Bahia, Jorge Portugal. “Estamos devolvendo à sociedade o protagonismo do uso dos equipamentos culturais. E o melhor, com um público de diversas faixas etárias: o infantil, o adulto, as famílias, a comunidade, em atividades acessíveis a toda a população e que promovem uma verdadeira dinamização”, reforça Portugal.

Além de destacar a abrangência territorial do edital, que inclui ações em 69 municípios, o superintendente de Promoção Cultural da SecultBA, Alexandre Simões, enfatiza a qualidade e a diversidade de linguagens das propostas selecionadas. “A qualidade dos projetos selecionados e sua abrangência mostram a potencialidade desta seleção pública para manter a vivacidade cultural e incentivar a utilização mais intensa dos 136 espaços culturais relacionados nas propostas selecionadas, em especial os gerenciados pela SecultBA. Isso reforça ainda mais a importância do Fundo de Cultura para a Bahia”, afirma.

Para o superintendente de Desenvolvimento Territorial da SecultBA, Sandro Magalhães, o Agitação Cultural possibilitou, pela primeira vez na história da consolidação das políticas culturais, seis meses de programação cultural nos espaços culturais nos territórios da Bahia. “A ampliação da ideia de espaço cultural proposta pelo Agitação Cultural reconhece vários ambientes que estão aptos para receber atividades que asseguram a diversidade de manifestações culturais, que são importantes para o desenvolvimento cultural no estado”, analisa. As propostas podem ser realizadas em espaços culturais convencionais – como um teatro, um museu, um arquivo público ou biblioteca – e também em espaços que funcionam ou possuem possibilidades reais para funcionar como centros e elos de difusão, fruição, formação e produção de conteúdos artístico-culturais.

Uma das novidades do Agitação Cultural é o pagamento das propostas em parcela única, o que permitirá o cumprimento do calendário de ações em toda a Bahia. As propostas selecionadas são provenientes de Salvador e região metropolitana, além de ações culturais dos territórios Baixo Sul; Extremo Sul; Litoral Sul; Costa do Descobrimento; Litoral Norte- Agreste Baiano; Recôncavo; Semi-Árido Nordeste II; Portal do Sertão; Sisal; Piemonte Norte do Itapicuru; Sertão do São Francisco; Itaparica; Irecê; Piemonte da Diamantina; Chapada Diamantina; Bacia do Jacuípe; Piemonte do Paraguaçu; Vale do Jiquiriçá; Vitória da Conquista; Médio Rio das Contas; Sertão Produtivo; Bacia do Rio Corrente; Bacia do Paramirim; e Velho Chico.

Propostas – Com o objetivo de apoiar a dinamização cultural em espaços públicos e privados, o Agitação Cultural destaca-se como um edital que contempla ações de diversos segmentos culturais, com possibilidade de acontecer com frequência mínima de uma vez por mês, em um período de três a seis meses, sendo o teto de apoio por proposta de R$ 150 mil com projetos que serão realizados de janeiro a julho de 2016. Durante todo o primeiro semestre de 2016, de quarta-feira a domingo, serão exibidas programações de diferentes linguagens, como por exemplo, Dança; Audiovisual; Teatro; Artesanato; Cinema; Música; Formação; Literatura; Circo; Culturas Digitais; Culturas Populares; Manifestações Culturais e Segmentos integrados.

Comissão – A comissão temática que analisou as propostas inscritas no edital foi composta por representantes da SecultBA, profissionais de reconhecida atuação em cada uma das linguagens, membros da sociedade civil organizada, de notório saber em suas áreas, e representantes do Conselho Estadual de Cultura (CEC).

Para a produtora, gestora cultural, mestranda da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e pesquisadora do tema equipamentos culturais, Fabiana Pimentel, membro da comissão temática de seleção, os espaços culturais são importantes pontos de encontro entre a produção artística, o público e a cidade, por exercerem um papel fundamental na dinamização cultural local e na promoção de uma cultura cidadã.  “O Edital Agitação Cultural abriu uma porta importante porque chama a atenção a este segmento cultural que enfrenta desafios muito grandes e que até então estava sem um olhar mais direcionado. É preciso diversificar as formas de interface entre o poder público e estes atores para que tenhamos uma rede de espaços culturais mais bem estruturada”, analisa a publicitária. Para Fabiana, o edital se destaca positivamente por chamar a atenção para um segmento vital para a dinamização cultural de uma forma mais ampla, que até então vinha sem espaço na pauta de discussão das políticas públicas para cultura.

Já o produtor musical e membro do Conselho Estadual de Cultura da Bahia, Fernando Teixeira, a principal importância do fomento aos espaços culturais no estado da Bahia encontra-se na promoção da cultura, intensificando a utilização dos espaços culturais do Estado, agitando a produção cultural nos territórios, desta forma beneficiando a cadeia produtiva da cultura e a população em geral. “Fomentar a cultura é sempre um aspecto positivo, mas como destaque neste edital, podemos citar este novo conceito de espaço cultural, ou seja, os eventos culturais serem realizados em qualquer espaço que possibilitem produzir ações de conteúdo artístico-culturais, como uma aldeia, praça, terreiro, galpão, salão paroquial, entre outros, e que comporte a proposta de dinamização cultural”, disse.

>> Confira os Espaços culturais a serem utilizados no Agitação Cultural: Edital de Dinamização em Espaços Culturais

>> Acesse a página do Edital

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.

Compartilhar:
  • Print
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • email
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Live
  • MySpace
  • Netvibes
  • PDF
  • Twitter

Notícias Recentes

  • Nenhuma notícia até o momento

+ todas as notícias

 
 

 
 
 
Unidades
Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro
CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia.
(71) 3103-3400

Secretaria de Cultura - Governo da Bahia