• alt text
  • alt text
  • alt text

Evento Celebração das Culturas dos Sertões

Data 03 a 11 de maio, 2013

Local Salvador e Juazeiro

você está aqui » Home » Apresentação

Apresentação

Espetáculo musical celebrou o sertão e emocionou plateia do TCA com cenário marcante

Elba Ramalho, Xangai, Nilton Freitas, Targino Gondim e outros artistas foram os convidados especiais da noite que homenageou Bule-Bule e Dominguinhos e abriu a programação da II Celebração das Culturas dos Sertões, na última sexta-feira, dia 3, no Teatro Castro Alves (TCA). Com repertório voltado para as manifestações que acontecem na região do semi-árido, “Sertão da Gente”, como foi denominado o musical, emocionou centenas de pessoas ao mostrar o que o baiano tem de mais forte:: a cultura, a história, o povo e os artistas.

“Estou muito feliz, tive o prazer de ouvir boa música e relembrar minha infância no sertão da Bahia, lembrei de vizinhos, de amigos e, principalmente, de minha família. Foi tudo emocionante”, disse a comerciante Jussara Oliveira. Já para Ismália Brito, um dos destaques da Celebração foi o cenário, assinado por Agamenon Abreu: “Achei lindas as bandeirolas estampadas em preto e branco a lua cheia”. A cenografia contou ainda com ilustrações de casamento da roça a uma moça na janela, de bolinhas a bandeirolas coloridas.

Sobre sua participação no projeto, Targino Gondin disse que ficou muito contente com o resultado do show e também com a casa cheia. “O TCA é uma casa linda, cheia de charme, e vê-lo cheio é melhor ainda. Eu estava junto de grandes amigos, tocando as coisas que eu amo tocar e contando histórias do meu povo", falou. Targino, que foi o diretor artístico do espetáculo, ainda apresentou o Quinteto Sanfônico do São Francisco. Para abrir a noite, o grupo Samba de Véio do Rodeadouro esquentou o palco. Depois foi a vez de Zezinho Aboiador se apresentar e anunciar o anfitrião da festa.

Um dos momentos mais esperados da noite foi a participação de Elba Ramalho que entrou com a música 'De Volta Para o Meu Aconchego', e seguiu com 'Carcará' e 'Lendas de São João'."Foi linda a festa e eu adoro Targino. Quando a gente divide palco com um artista que a gente tem afinidade, amizade e admiração tudo funciona bacana. E outro adendo positivo, que aqui é imbatível, é o fato de cantar no Teatro Castro Alves que eu amo de paixão. Foi tudo maravilhoso, fiquei muito feliz", contou Elba Ramalho.

Para fechar a festa, Targino apresentou a banda em 'Asa Branca', com solos dos sanfoneiros Flavio Baião, Vanderlei do Nordeste, Rennan Mendes, Cicinho de Assis e Gel Barbosa. Depois, reuniu todos os convidados e liberou o forró para a plateia, que se animou pertinho do palco.

Veja também:
Programação Completa