você está aqui » Home » Mini-cursos e Oficinas

Mini-cursos e Oficinas

Viola Caiprira, Literatura de Cordel e Cultura Digital são temas de atividades formativas da II Celebração das Culturas dos Sertões

Nos dois primeiros dias da programação da II Celebração das Culturas dos Sertões, 07 e 08 de maio, em Juazeiro, duas oficinas e dois minis-cursos são focos das atividades diurnas no Centro de Cultura João Gilberto. O objetivo delas é compartilhar os afazeres de mestres e estudiosos de diversas vertentes das culturas dos sertões, sejam elas tradicionais ou contemporâneas –, ou ainda pensar em como as novas tecnologias podem contribuir para a pesquisa e valorização destas tradições. Todos, gratuitos, com inscrições no local.

Vejam programação a seguir:
07 e 08/05 - Centro de Cultura João Gilberto, Juazeiro

Sala 02 - Oficinas

9h às 12h
Oficina de Viola Caipira, com Julio Caldas
Apresentar a Viola Caipira através do seu estudo na música Brasileira e com a apresentação das violas caipira, machete, dinâmica e de cocho.

15h às 18h
Oficina de Literatura de Cordel, com Antonio Barreto
Apresentando o cordel como fonte de aprendizagem, além da sua grande contribuição à formação cultural, objetiva desenvolver, declamar e produzir textos de cordel, reconhecendo esse gênero poético-popular como parte inseparável da literatura brasileira. Busca ainda conscientizar alunos, professores e pesquisadores quanto ao valor da Literatura de Cordel, a fim de motivá-los a divulgar e utilizar essa arte popular como instrumento pedagógico.

Sala 03 - Mini-cursos

9h às 12h
Mini-curso “Refletindo sobre a literatura de cordel: vivendo a literatura de cordel”, com Edilene Matos
Reflexão sobre formas poéticas de criação: narrativas em versos (cordel: história, características, repercussões). Diálogo fecundo da novidade com a tradição: marcas de textos anteriores na produção de textos novos. Relações intertextuais: recorrência, conservação e transmissão. E implicações na contemporaneidade. Experimentação do texto poético por meio de leitura (individual e coletiva) de folhetos populares. Reconhecimento da poesia popular e da cultura oral (vocalizada) como instrumento para sensibilização e conhecimento de si e do mundo. Percepção da incorporação da voz e do corpo para apreensão e expressão do texto de cordel. Realimentação e reatualização da memória, através da leitura de ciclos temáticos da poesia de cordel.

15h às 18h
Mini-curso: “O uso de novas tecnologias para aquisição de fontes históricas”,com Diogo Carvalho A rápida evolução dos meios de comunicação ocorrida a partir das últimas décadas do século XX proporcionou um aprimoramento no acesso à informação. A imensa quantidade de dados, e a velocidade com que estes transitam no meio virtual, têm despertado cada vez mais o interesse do meio acadêmico, principalmente porque muitas dessas fontes se encontravam inacessíveis antes do surgimento da internet. Este curso se propõe a apresentar algumas práticas metodológicas direcionadas para o acesso e a captura de documentos históricos presentes no meio virtual, essenciais na construção da narrativa histórica.